quarta-feira, 21 de março de 2018

Estes também vêm fazer o que os europeus não querem

Nomeadamente invadir igrejas.
Quando um indivíduo deixa uma tira de bacon à porta de uma mesquita estamos perante um infame caso de islamofobia.
Quando dezenas de invasores islâmicos profanam uma igreja são convidados a sair e não se passa mais nada. Cristianofobia? não sabemos o que é isso.

https://www.jihadwatch.org/2018/03/paris-muslim-migrants-storm-church-force-cancellation-of-evening-mass

6 comentários:

  1. Por falar em Igreja, as catedrais francesas parecem estar a ser usadas para fins cada vez mais nobres. Um pouco como o nosso Panteão:

    https://www.youtube.com/watch?v=KwKZIcgnmpg

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com a igreja marxista a imaginação é o limite.

      Eliminar
    2. mais aqui http://o-tradicionalista.blogspot.pt/2018/03/os-verdadeiros-herdeiros-da-revolucao_23.html

      Eliminar
  2. Entretanto os "nacional-socialistas"(depois de tantos anos ainda não entenderam que o nazismo/neonazismo faz parte do problema e não da solução)dão este tipo de respostas a quem se atreve por em causa seus dogmas(muito à maneira dos comunas e dos maomes): Bilder disse...
    Gostava de saber vossa opinião sobre as teses veiculadas pelo Makow(não sei se dominam o inglês,o autor é canadiano de origem hebraica e denuncia há vários anos a cabala globalista judeo-maçónica-comunista-globalista) que diz serem os objectivos finais dos plutocratas a instalação do comunismo global(sendo o grande capital monopolista apenas um instrumento para isso mesmo,ao mesmo tempo enganando "meio mundo" que se foca no capitalismo como grande mal ignorando o verdadeiro perigo)aqui www.henrymakow.com ---eis a resposta que obtive abaixo no hyperborea,blog que tem dois ou três seguidores a ver pelo num. de coments (nota: fiquei contente de me confirmarem o facto de ser um peixe fora de água no dito blog,livra!)

    21 de março de 2018 às 19:47
    Thor disse...
    Bilder, não querendo ser indelicado, você aqui é um peixe completamente fora de àgua.
    Makow é um judeu que faz a chamada oposição controlada, contando metade da verdade e deixando a outra metade oculta ou omitida. li alguns textos dele há já algum tempo e reparei que ele fala da conspiração "iluminatti", cuja organização ele considera ser formada por duas alas: uma elite judaica e uma elite Ariana que competem entre si, sendo na opinião dele, o povo judaico como um todo, "vítima" dessa conspiração de uma pequena "elite" judaica ou judaico-Ariana. isto é estratégia de oposição controlada, o que faz todo o sentido, sendo ele próprio judeu. além disso, fomenta a mentira de que essa "elite" criou o Nacional-Socialismo e usou-o contra o "povo" judeu.
    quanto ao capitalismo x comunismo, há quem defenda o primeiro como o grande mal, há quem defenda o segundo como o grande mal...a verdade é que os dois são praticamente um só, complementam-se, ajudam-se e apenas parecem "ideologias" diferentes precisamente para enganar e controlar as populações. por isso, não faz sentido eleger um ou o outro como o único ou o maior culpado.
    Bilder, sinceramente, vá para blogues com os quais se identifique. há muito que observei os seus comentários, quer no citadino, quer noutros sites e nunca me dirigi a si, mas não há muito em comum entre nós. lamento que não tenha percebido isso há mais tempo. veja o histórico e arquivo deste blog ou recupere alguns comentários meus antigos (citadino, p.exemplo) e vai ver o porquê.fim de citação --- (nota final: não preciso de ver,até porque sei bem o que defende o dito blog hyperborea,o nacionalismo só fica mal com tais supostos defensores)

    21 de março de 2018 às 20:10

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sei quem é o Makow, mas essa conversa do judeu já a conheço há muito. É a tal coisa. Os judeus controlam o mundo, conspiram, etc? sorte a deles, zelam pelos seus interesses. Os não-judeus é que devem, então, olhar para si e ver onde é que falham. Se uma minoria tão pequena controla o mundo e tudo o que nele se passa isso não abona muito em favor da imensa maioria que se deixa manipular...

      Eliminar
    2. Quanto a argumentar com neonazis(acho que é essa questão que coloca o Bilder agora,e não propriamente saber quem é que domina a dita "cabala globalista" ou quais os objectivos finais da mesma)é muito idêntico a tentar argumentar com neomarxistas(ou marxistas ortodoxos)e religiosos(bergoglianos ou outros,ou maomes),pois eles têm a presunção de saberem a verdade toda.Por exemplo tentei argumentar no blog algol mínima(no qual até gosto de ler certos posts,descontando o facto de ser o autor do blog ser um dos tais religiosos com a presunção da verdade)e a resposta que obti foi nessa linha(sendo assuntos diferentes)da que o Bilder fala: Ricardo Amaral20 de março de 2018 às 11:12
      Acho que os seguidores do catolicismo(falo dos que ainda conseguem olhar o mundo dentro da racionalidade)devem perceber de uma vez por todas que a Igreja romana(que em certa altura foi cola da Europa)está ao serviço do globalismo totalitário(e isto não acontece só depois da eleição do sr Bergoglio/papa chico).

      Responder
      Respostas

      orlando braga20 de março de 2018 às 16:36


      1/ existe uma diferença que é evidente entre João Paulo II, ou mesmo entre Bento XVI, por um lado, e o papa Chico, por outro lado. Não podemos dizer, em boa-fé, que “é tudo igual” e que “esteve tudo ao serviço do globalismo”.

      Pelo contrário, João Paulo II contribuiu de forma decisiva para a queda do comunismo do bloco soviético.

      2/ eu não aceito as teorias de conspiração anticatólicas de uma certa “Direita” pagã. Este não é o sítio ideal para propagar o “paganismo” (seja o que for o que isso seja). Fim de citação : nota minha,respondi a este último coment e(claro)não foi publicado.A minha resposta foi basicamente o seguinte; "em que ponto do meu texto é que está o apoio ao paganismo?e a sua resposta é que mostra que está mais preocupado em defender a igreja romana do que atacar o globalismo(tema do post em causa no blog algol mínima). Nestes dois casos(apesar de não estarem ligados)temos uma exemplos do porquê(sejam judeus ou não judeus)do avanço do globalismo e da decadência da soberania das nações(não sei se me faço entender).

      Eliminar