sábado, 9 de junho de 2018

Engels, canalha homofóbico

É uma vergonha. Os guerreiros e as guerreiras da justiça social têm de nos oferecer uma edição completa das obras de Marx e Engels devidamente expurgadas destas passagens obscenas. Se o Estaline podia apagar personagens em fotografias os modernos arautos da verdade podem perfeitamente fazer o mesmo em relação a textos como este, ofensivos da dignidade lgbtidfkndsj...

"... a degradação das mulheres refluiu sobre os próprios homens e também os degradou, levando-os às repugnantes práticas da pederastia e a desonrarem os deuses e a si próprios pelo mito de Ganimedes (...)... os germanos sofreram sensível decadência do ponto de vista moral, adquirindo desses nómadas, além da arte da equitação, feios vícios antinaturais..."- Frederico Engels, A Origem da Família, da Propriedade e do Estado, Lisboa, Presença.

3 comentários:

  1. que os pais do comunismo tenham mais noção da corrupção moral que é incompatível com a civilização do que a pessoa comum de 'direita' no mundo moderno demonstra bem o buraco em que nos encontramos.

    já agora deixo aqui uma citação do Marx (que os bloquistas obviamente nunca leram), em que ele reconhece que o capitalismo liberal é a melhor ferramenta para destruir a sociedade tradicional:

    «But, generally speaking, the Protective system in these days is conservative, while the Free Trade system works destructively. It breaks up old nationalities and carries antagonism of proletariat and bourgeoisie to the uttermost point. In a word, the Free Trade system hastens the Social Revolution. In this revolutionary sense alone, gentlemen, I am in favor of Free Trade.»

    Ilo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida. Há um sentido maior de moralidade nesses indivíduos do que na direitinha actual. Já Lenine tinha também essa noção, as suas cartas a Inessa Armand e outras feministas nas quais condena o amor livre e outras aberrações são esclarecedoras. O liberalismo, num certo sentido, consegue ser mais destruidor do que o próprio marxismo.

      Eliminar
  2. "Além disso, não é nenhuma novidade que poderosas e influentes organizações transnacionais como a ONU, a Unesco, a OEA, a União Europeia, o Banco Mundial, o Fundo Monetário Internacional, a Comissão Trilateral, o Conselho de Relações Exteriores (CFR), o Clube de Bilderberg, o Diálogo Interamericano, a Sociedade Fabiana, a Round Table assim como Fundações internacionais como a Ford, a Rockfeller, a MacArthur e outras similares, apoiam, estimulam e em alguns casos financiam os programas ideológicos e culturais da esquerda. A questão é entender as razões e os motivos doutrinários e práticos desta estranha aliança entre organizações e atores “liberais” e “capitalistas” com forças políticas e atores progressistas. Por que organismos internacionais e grandes capitalistas promovem e injetam dinheiro em propostas, projetos e ações que acabam por favorecer agenda cultural da esquerda?
    Ora, a formação de um ambiente cultural e de uma atmosfera societal que propicie o enfraquecimento e mesmo a abolição de todos os entraves e imperativos morais, espirituais e legais à expansão das “forças naturais” do mercado, assim como, a constituição de um indivíduo “emancipado e liberto” dos freios da religião, dos costumes e tradições culturais “arcaicas e preconceituosas”, projeto próprio da esquerda atual, é essencial para o fortalecimento e ampliação do grande capital e da lógica “mercantil” e consumista do gozo imediato e da multiplicação artificial de desejos."(nisto e muito mais "trabalham" os bilderbergs e afins) mais em https://medium.com/@cesarranquetatjr/os-liberais-globalistas-e-agenda-cultural-da-esquerda-115ce0616672

    ResponderEliminar