sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

O ano começa com nova derrota para Trump

Do nosso enviado à América, Marcinho Ribas:

"O novo ano, new year, como é conhecido aqui na América, começou mal para o aprendiz de fascista. O nazi Trump viu a sua teoria de que não existe aquecimento global ser deitada por terra. A vaga de frio, vaga de cold, como por aqui se diz, que afecta o país é a prova provada de que o aquecimento global não só existe como é um facto. Os cientistas estão de acordo em considerar que um dos sintomas do fenómeno é o frio que vem antes do calor. Está cientificamente provado que o calor é gerado pelo frio e que antes do aquecimento propriamente dito terão lugar vagas de frio polar, fruto do degelo do Árctico. O gelo que se perde no Pólo Norte acumula-se na atmosfera sob a forma de nuvens frias, e é esse facto que depois gera estes nevões que têm afectado a América.
 Esta é, pois, mais uma derrota para o seguidor de Hitler, e por aqui já se diz que é mais que certa a queda do fã de Goebbels. Fontes seguras garantem que depois de terminada a actual tempestade é quase certa a demissão do filho de Goering e a sua provável substituição por um presidente consensual, sendo Barack Hussein Obama, o Mahatma Obama, o principal candidato."

1 comentário:

  1. Uma lufada de ar fresco estas reportagens do Marcinho Ribas: sempre uma perspetiva realista e uma finíssima, subtil e independente análise.

    ResponderEliminar