terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Nunca estivemos tão perto da guerra nuclear

Diziam alguns especialistas, há tempos. O sr.Trump ia carregar no botão e rebentar com tudo. Acordando maldisposto, chamaria o Ambrósio e dir-lhe-ia que lhe apetecia algo. O simpático colaborador tomara a liberdade de pensar nisso e entregar-lhe-ia a célebre caixinha com o botão vermelho. Depois era o fim do mundo.
 Afinal, vai-se a ver e a Coreia do Norte vai participar nas Olimpíadas de Inverno a realizar na Coreia do Sul. Com os atletas segue uma banda de 150 elementos. Os sul-coreanos referem o papel fundamental do sr. Trump no processo.
 Fosse ele queniano e respondesse pelo nome de Hussein Obama e o Nobel da Paz estava garantido.

Sem comentários:

Enviar um comentário