domingo, 21 de janeiro de 2018

Estrelas de Ólióde nas ruas contra o fassismo

Do nosso enviado à América, Marcinho Ribas:

"Foram milhões, as americanas e os americanos, que saíram às ruas, às streets como se diz aqui na América, em protesto contra o nazi que ocupa a Casa Branca, a White House como é conhecida na América.
 Apesar da proibição decretada pelo aprendiz de Hitler, milhões de pessoas protestaram contra o assédio sexual e o fascismo. Estes dois flagelos, como é sabido, não existiam antes da chegada ao poder do seguidor de Mussolini. Mas mesmo com proibições e ameaças das forças de segurança o povo marchou unido.
 Havia relatos, de fontes bem informadas, de que a polícia tinha ordens para disparar sobre o povo se este ousasse sair, como se fazia na Alemanha nazi que é o modelo do fã de Goebbels. Mas a polícia e os militares recusaram-se a fazer uso da força, no que já é considerada a maior derrota de sempre do émulo de Himmler.
 Está assim por dias a queda do Goering dos nossos tempos. Por aqui fazem-se apostas acerca de quanto tempo demorará a queda. Os estudos mais pessimistas apontam para que Donaldo Franco se mantenha no poder três dias, no máximo.
 Naturalmente, esta espantosa demonstração de vitalidade da sociedade americana, deve-se à coragem e à força das estrelas de Hollywood, verdadeiros faróis morais do nosso tempo. Não é por acaso que as sondagens indicam Jorge Clooney como o mais provável sucessor de Donaldo Salazar assim se dê a queda deste."

https://www.jn.pt/pessoas/in/interior/estrelas-de-hollywood-voltam-as-ruas-para-marchar-contra-trump-e-assedio-sexual-9063412.html

Sem comentários:

Enviar um comentário