sexta-feira, 6 de outubro de 2017

poesia (CXXI)

"204"
(excerto)

Ouve Ouve Ouve

a vos dos hotéis ainda por arrumar,
os diálogos nos obscuros corredores enfeitados por uma gasta passadeira escarlate,
por onde se apressam os criados que saem ao amanhecer como espantados morcegos.

Álvaro Mutis, Os Versos do Navegante (trad. Nuno Júdice), Lisboa, Assírio e Alvim, 2013.

Sem comentários:

Enviar um comentário