quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Internacionalismo

"Ora a vida contemporânea define-se por dois grandes fenómenos, que especialmente a distinguem da vida social de séculos anteriores, e que, por a distinguirem especialmente da vida social de séculos anteriores, precisamente a definem e a exprimem. Esses dois fenómenos são o internacionalismo e o predomínio da ciência. Estão ligados, é claro, como não podia deixar de ser, mas são dois fenómenos que o analisador separa com justiça. O internacionalismo (...) deriva da extensão do comércio, da multiplicação das indústrias, da facilidade excessiva de comunicações, do aumento de conhecimentos inter-linguísticos, de todas as interacções resultantes que radicam a vida cosmopolita como característica da nossa época."- Fernando Pessoa, Correspondência 1905-1922, Lisboa, Assírio e Alvim, 1999.

2 comentários:

  1. Só não percebi uma coisa: ele encarava ou não o internacionalismo como uma inevitabilidade?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Na sequência da carta acaba por não esclarecer. Mas dá-me ideia que vê a coisa como inevitável.

      Eliminar