terça-feira, 19 de junho de 2018

Plus Ultra nº3

Já saiu a revista de activismo cultural Plus Ultra. É o terceiro número. Os pedidos devem ser feitos para aqui: distronr@gmail.com

Foto de João Vaz.

Livro do dia: Nova Safo

Obra do decadentista Visconde de Vila-Moura. É a história do percurso de uma fufa, bem ao jeito das tretas decadentistas novecentistas. Fufice, necrofilia e mais umas porcarias que, supostamente, deviam escandalizar os burgueses da época. Não entusiasma. Edição do ano passado, da Sistema Solar.

Os lacaios do herege chico voltam a atacar


https://www.jihadwatch.org/2018/06/us-catholic-bishops-call-trumps-asylum-rules-immoral-suggest-barring-supporters-from-communion

Falam de moral, estes fulanos.

domingo, 17 de junho de 2018

Sobre o incremento da propaganda islâmica na Europa

Com a cumplicidade dos governantes e lacaios da nova ordem.

https://www.gatestoneinstitute.org/12519/ramadan-europe

Sobre as "famosas" da nossa praça

"Já vi mulheres empolgarem-se, mais de prazer do que de inveja, só de pensar nas ligações familiares de uma duquesa. Todavia, parecem existir na província certas lojistas cujo cérebro, quais jaulas estreitas, encerra desejos de chique tão ferozes como animais selvagens. O carteiro leva-lhes o Gaulois. As notícias de elegantes são devoradas num instante. As inquietas provincianas ficam satisfeitas. E, durante uma hora, um olhar serenado há-de brilhar-lhes nos olhos arregalados pelo prazer e pela admiração."- Marcel Proust, Contos Completos e Outros Textos, p.58, Silveira, E-Primatur, 2018.

Livro do dia: A Ética e os Limites da Filosofia

Obra da autoria de Bernard Williams, um dos mais relevantes filósofos da segunda metade do século XX, aborda os principais problemas e escolas da ética, sobretudo contemporânea, a partir de uma abordagem crítica e tendo como ponto de partida a interrogação socrática acerca de como se deve viver. Edição de 2017, da Documenta.

Wook.pt - A Ética e os Limites da Filosofia

sábado, 16 de junho de 2018

Livro do dia: Contributo Para a História do Feminismo

Contributo para a História do FeminismoTextos dos camaradas Lenine, Marx, Engels e outros mais. A oportunidade de se constatar como, no plano moral, até os fundadores do marxismo davam cartas aos seus descendentes actuais. O marxismo cultural representa, também, uma vertente que vai para lá de algum do espírito original. O que não deixa de ser curioso, vindo da parte daqueles que insistem no carácter deformador do estalinismo face a Marx. São coisas. Edição deste ano, da Aletheia.

A invasão não pode parar!

Como é óbvio. A Itália reclama da chegada de invasores? não há problema. Aumenta-se o fluxo para Espanha.

https://www.dn.pt/mundo/interior/guarda-civil-resgatou-hoje-55-migrantes-no-sul-de-espanha-9473311.html

sexta-feira, 15 de junho de 2018

Leon Degrelle, presente!

Nascido a 15 de Junho de 1906.


Patriotismo

Começou a época do patriotismo legalizado. A partir de hoje e durante uns dias é bom ser português. Podemos exibir orgulhosamente a bandeira sem sermos fassistas. Cantar o hino também é permitido. Se for na marcha do 10 de Junho é xenofobia. Se for antes da bola rolar já é fixe. Gritemos por Portugal com alegria, somos patriotas, todos. Mesmo aqueles que passam o ano a destruir a identidade nacional, os que abrem fronteiras, votam nos inimigos da nação, são culpados por omissão.
Nos próximos dias é bonito ser-se patriota, mas com moderação! não queremos que comecem por ver a bola e acabem a marchar no 10 de Junho, a celebrar o 28 de Maio ou a defender o fim da invasão de Portugal. Porque isso já é rassismo, fassismo e xenofobia!

terça-feira, 12 de junho de 2018

Trump, o imprevisível

Descubra as diferenças:
A) "É um encontro importante, mas temos de ser cautelosos. Há muitas interrogações em aberto, há situações que precisam ser devidamente esclarecidas. A Coreia do Norte já faltou às promessas em outras ocasiões. Além disso, estamos perante dois líderes idiossincráticos e até instáveis. Quando o presidente norte-americano aceita sentar-se à mesa de um ditador sanguinário não podemos pensar que estamos a assistir a uma comédia romântica. Além disso não existe um mapa com as etapas seguintes, não há nada na agenda acerca de quem irá fiscalizar a desnuclearização, nada. Temos de nos manter prudentes."
B) "Estamos perante um encontro absolutamente histórico. Assistimos à história a fazer-se, ao vivo. Foi necessária uma enorme dose de coragem para que o presidente norte-americano aceitasse sentar-se à mesa com o líder norte-coreano. Só um líder da craveira de Obama poderia ser capaz de dar um salto destes, decisivo para a desanuviamento mundial. Recordo que a península coreana nunca conheceu um verdadeiro tratado de paz. Mas com Obama parece que vai finalmente acontecer. O Nobel da paz é o mínimo que se exige.".
Isto é, mais ou menos, o que os comentadeiros, jornaleiros e especialeiros dizem/diriam acerca do encontro de hoje. No primeiro caso, com Trump; no segundo, se tivesse ocorrido durante o mandato do Mahatma Obama. Depois pedem-nos que acreditemos neles, no seu rigor e isenção.

sábado, 9 de junho de 2018

Livro do dia: Morreria Por Ti e outras histórias esquecidas

Dezoito textos inéditos devidamente comentados pela organizadora. Contos que se vão lendo mas, ao fim de certo tempo, começas a aborrecer. A temática é recorrente, o estilo monótono. Uma escrita datada e que não deslumbra. A fama deste homem é maior do que o proveito. É um autor de segunda divisão, o que já não é nada mau. A maioria nem aí chega, Edição de 2017, da Alfaguara.

Wook.pt - Morreria por Ti e Outras Histórias Esquecidas

Engels, canalha homofóbico

É uma vergonha. Os guerreiros e as guerreiras da justiça social têm de nos oferecer uma edição completa das obras de Marx e Engels devidamente expurgadas destas passagens obscenas. Se o Estaline podia apagar personagens em fotografias os modernos arautos da verdade podem perfeitamente fazer o mesmo em relação a textos como este, ofensivos da dignidade lgbtidfkndsj...

"... a degradação das mulheres refluiu sobre os próprios homens e também os degradou, levando-os às repugnantes práticas da pederastia e a desonrarem os deuses e a si próprios pelo mito de Ganimedes (...)... os germanos sofreram sensível decadência do ponto de vista moral, adquirindo desses nómadas, além da arte da equitação, feios vícios antinaturais..."- Frederico Engels, A Origem da Família, da Propriedade e do Estado, Lisboa, Presença.

quarta-feira, 6 de junho de 2018

Marx, sacana reaccionário

Espero que nunca leiam estas passagens nos acampamentos do Bloco. Seria lamentável que os jovens bloquistas descobrissem em Marx um porco reaça.

"A relação natural, directa e necessária entre entre dois seres humanos é a relação entre homem e mulher. Esta relação natural entre os sexos contém implicitamente a relação entre o homem e a natureza; é, directamente, a sua própria determinação natural (...). A relação entre homem e mulher é a relação mais natural entre dois seres humanos. E nela se manifesta, também, em que medida a atitude natural do homem se tornou humana."- Karl Marx (Carlos Marques), Manuscritos de 1844 in Contributos Para a História do Feminismo, Lisboa, Aletheia, 2018.